terça-feira, 13 de setembro de 2011

FOME AFETA QUATRO MILHÕES DE OESSOAS NA SOMÁLIA



A Organização das Nações Unidas (ONU) declarou que já passam de quatro milhões de pessoas em situação de fome na Somália, África. De acordo com a ONU, a ajuda que chega ao país ainda é insuficiente para amenizar a seca que afeta o chamado Chifre da África, região no nordeste do continente que compreende Somália, Uganda, Etiópia, Quênia, Djibuti e Eritréia. Cerca de 750 mil pessoas correm o risco de morrer nos próximos quatro meses, informou ainda a Unidade de Análises da ONU para a Segurança Alimentar e a Nutrição (FSNAU). A crise na Somália já matou 30 mil crianças de fome.

A FSNAU comprovou ainda que a taxa de desnutrição aguda na região está num nível alarmante. Por isso, foi intensificada a distribuição de alimentos nos campos de refugiados somalis na Etiópia. O porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), Adrian Edwards, em coletiva de imprensa, disse que resultados de exames médicos mostram que os novos refugiados chegam cada vez em piores condições nutricionais.
A ONU considera que uma taxa de desnutrição de 1% em uma população já é uma situação de emergência. Mas, o quadro de nutrição dos somalis, principalmente entre crianças é ainda pior. O representante do Organismo, disse que em quatro assentamentos de refugiados na Etiópia, constataram-se taxas de desnutrição aguda que variam de 10% a 19%.
Na quinta-feira, 1º, teve início o ano letivo no campo de refugiados de Dabaab (Quênia), o maior do mundo, com 400 mil residentes, em sua maioria somalis. Apesar de ali viverem 156 mil crianças em idade escolar, somente 40 mil estudam; além disso, dos 154 mil refugiados que chegaram este ano em Dadaab, 50% são crianças. Segundo o Acnur, nesse acampamento existe um professor para cada 100 alunos.

VOCÊ PODE AJUDAR
A Igreja no Brasil se mobiliza para ajudar a região. A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Cáritas Brasileira deram início, no último dia 23 de agosto, à Campanha SOS África de ajuda às vítimas da seca na região.

Colabore:
Banco do Brasil: AG. 3475-4, C/C 26.116-5
Caixa Econômica Federal: AG. 1041, OP. 003, C/C 1751-6
Banco Bradesco: AG. 0606-8, C/C 187587-6
*para DOC e TED o CNPJ é: 33.654.419/0001-16
Mais informações: http://www.caritas.org.br

Fonte: CNBB

Nenhum comentário: